A proposta deste trabalho é de resgate: Cultural e ecológico. As peças são uma releitura e homenagem à arte popular brasileira, realizada tradicionalmente em madeira, cerâmica, metal.
Aqui, as peças são produzidas com material reciclado. Esta estatueta é feita de papel-machê com um esqueleto de metal, que lhe confere grande resistência, e uma base de madeira. Os únicos materiais não-reciclados nela são a tinta, e o verniz.
Cada peça feita à mão é única. Não existem duas iguais.
Queremos refletir sobre a originalidade da arte como fenômeno social, a importância do pequeno artesão, e o rumo e a importância que estamos dando à nossas raízes e cultura.
Não menos importante, é a reflexão sobre o problema do lixo, que nada mais é que o descarte irracional de matéria-primas valiosas que podem e devem ser reutilizada adequadamente. Nossa intenção é transformar o desperdício e o “lixo” em beleza.

[Fonte: http://brasilartes.wordpress.com/um-pouco-sobre-nos/]

© fotos do acervo por Pierre Yves Refalo. Para compra de peças entre em contato direto com os artesãos.